Responsáveis receberam orientações sobre o Projeto Esporte e Inclusão

Criado com o objetivo de promover a socialização e a melhora da qualidade de vida das pessoas com síndrome Down e Autismo, o projeto Esporte e Inclusão, já tem 70 inscritos. Neste sábado

(6), na Unisanta, foi realizada uma reunião entre os responsáveis e a equipe multidisciplinar, composta por assistente social, psicólogo, professores de educação física e da área cultural. O encontro foi dividido em duas turmas seguindo os protocolos de segurança, todos tiveram a oportunidade de conhecer os espaços das atividades.

Daniela de Oliveira Ferreira, corretora de imóveis, é mãe do Matheus, 13 anos, autista não verbal, que já está inscrito. “Eu procuro a inclusão pois é muito importante, o que vi aqui é maravilhoso. Criaram uma equipe multidisciplinar em um local adequado, com alimentação e uniforme, tudo pensando neles. Na prática das modalidades que estão sendo oferecidas podemos descobrir habilidades que não conhecíamos.”

A psicóloga do projeto, Danielle Amorim, explica o que será feito. “Inicialmente uma triagem, conversando com famílias e alunos, para depois montar grupos de objetivo comum de acordo com a necessidade. Alguns podem ter na parte motora outros na socialização, vamos reavaliando com os professores, no primeiro momento de conhecimento. Questões normalmente trabalhadas dentro de um consultório, serão feitas através do esporte e da cultura, dessa forma fica mais leve e com lazer”.

Equipe multidisciplinar

E a equipe multidisciplinar que está analisando os 70 inscritos e dividindo as turmas tem como responsável pela coordenação Silvia Queiroz. Também compõe o grupo Danielle Amorim (psicóloga), Cristiane Salvador (psicóloga orientadora), Ana Luísa da Silva (assistente social), Claudia Regina Mello (professora de teatro), Noemi Lamas (professora de artes), Emerson Maeda (professor de tênis de mesa), Wanderlei Toleto (professor de futebol) e Vanessa Telles (assistente administrativo).

Restam apenas 10 vagas

Existem apenas 10 vagas dentro do Projeto, interessados podem obter mais informações e realizar o pré-cadastro pelo telefone 3323-3530. Para participar a idade mínima é de 10 anos, todos serão avaliados por médico cardiologista. As atividades que serão realizadas na estrutura da Unisanta são: futebol society, tênis de mesa, dança, teatro, artes e música. Todos vão receber alimentação.

No mês de dezembro os trabalhos terão início, os alunos passam por um check-up médico, para depois entrar no período de adaptação. O mês janeiro será de férias, retornando em fevereiro seguindo por 23 meses.

O Professor João Barros, diretor de esportes da Unisanta, fala sobre a parceria. “Para nós é muito importante, já que desenvolvemos ao longo de nossa existência projetos nas áreas de educação e saúde. Abre também a possibilidade dos alunos de educação física, fisioterapia e psicologia poderem desenvolver seus estágios”.

O projeto Esporte e Inclusão é uma O projeto Esporte e Inclusão é uma realização da Associação Nacional de Desenvolvimento Esporte e Educação – ANDEE, com patrocínio da Usiminas, CPFL Energia, Bic e Liberty Seguros através do Programa Nacional de Apoio à Atenção da Saúde da Pessoa com Deficiência PRONAS/PCD do Ministério da Saúde e apoio da UNISANTA e Prefeitura de Santos, através das Secretarias de Saúde e Educação.

Translate »